Configurando o UNDO Tablespace

Nessa semana postarei aqui no blog 2 artigos do DBA Fabio Prado, este é o primeiro. Boa leitura.

No artigo de hoje vou mostrar como configurar o UNDO Tablespace para permitir que ele armazene os dados das transações finalizadas, por mais tempo, permitindo deste modo, aumentar a possibilidade de recuperação de dados, via Flashback (meu próximo artigo será sobre Flashback).

Na configuração padrão do BD o O UNDO Tablespace armazena com segurança os dados das transações em processamento, por até 15 minutos. Se uma transação for maior que 15 minutos e/ou se o espaço deste tablespace não permitir armazenar informações suficientes para finalizar uma transação, o BD poderá disparar o famoso erro ORA-01555 Snapshot Too Old. Essa configuração não garante a retenção de dados das transações que já foram finalizadas.

Para evitar o erro ORA-01555, o primeiro passo é configurar o UNDO Tablespace com um tamanho que permita comportar os dados de todas as transações em processamento. Uma boa dica, é configurar o tamanho máximo do UNDO tablespace com um valor de no mínimo o dobro do seu uso médio e configurar um valor de auto-incremento (não muito pequeno, para evitar sobrecarga ao estender múltiplas vezes o tablespace, nem muito grande, para não disperdiçar espaço em disco).

O segundo passo, é configurar um valor de retenção (em minutos) de dados em UNDO, maior que o valor da maior transação do BD. Por exemplo, se a maior transação que ocorre no BD demora 10 minutos, o valor padrão de 15 minutos é maior e portanto não precisará ser alterado. O valor de retenção pode ser configurado através do parâmetro de instância UNDO_RETENTION. Uma BOA DICA para quem deseja facilitar recuperações de dados, usando Flashback, ao invés, de fazer restore/recover de Backup, é aumentar o período de retenção e configurar o tablespace para garantir que dados de transações finalizadas também sejam mantidas no UNDO Tablespace.

Abaixo vou mostrar os passos para configurar um UNDO Tablespace para reter e garantir a retenção dos dados (de transações finalizadas) por 1 semana (configuração normalmente que eu aplico nos BDs de produção que eu administro):

Passo 1: Aumentando o período de retenção
Para aumentar o período de retenção para guardar os dados pelo período de 1 semana, conecte-se no SQL Plus ou ferramenta de sua preferência, com privilégios de DBA, e altere o valor do parâmetro UNDO_RETENTION para o valor de 604800(valor em segundos correspondente ao período de 1 semana):

 ALTER SYSTEM SET UNDO_RETENTION = 604800;

Passo 2: Garantindo o período de retenção
Só aumentar o período de retenção (realizado no passo anterior) não garante que os dados das transações finalizadas permaneçam no UNDO Tablespace pelo período configurado no parâmetro UNDO_RETENTION. Para garantir a retenção de dados das transações finalizadas, é necessário alterar o tablespace executando o comando abaixo:

ALTER TABLESPACE undotbs1 RETENTION GUARANTEE;

Obs.: Substitua undotbs1 pelo nome correspondente do tablespace de UNDO.

CUIDADO! Ao implementar as configurações acima, o tamanho do UNDO tablespace aumentará considerávelmente, pois será necessário ter espaço adicional para armazenar mais dados, pelo tempo maior configurado. Quanto maior o tempo de retenção, maior poderá ser o tamanho do UNDO Tablespace. Para calcular o tamanho mínimo necessário para ele, conforme configuração do parâmetro UNDO_RETENTION, execute a instrução SQL abaixo e configure-o de forma que ele possa armazenar o valor da coluna “NEEDED UNDO SIZE [MByte]”:

SELECT     d.undo_size/(1024*1024) "ACTUAL UNDO SIZE [MByte]",
 SUBSTR(e.value,1,25) "UNDO RETENTION [Sec]",
 (TO_NUMBER(e.value) * TO_NUMBER(f.value) *
 g.undo_block_per_sec) / (1024*1024)
 "NEEDED UNDO SIZE [MByte]"
 FROM        (SELECT       SUM(a.bytes) undo_size
 FROM        v$datafile a
 inner join  v$tablespace b
 on      a.ts# = b.ts#
 inner join  dba_tablespaces c
 on      b.name = c.tablespace_name
 WHERE       c.contents = 'UNDO'
 AND         c.status = 'ONLINE') d,
 v$parameter e,
 v$parameter f,
 ( SELECT   MAX(undoblks/((end_time-begin_time)*3600*24)) undo_block_per_sec
 FROM    v$undostat) g
 WHERE   e.name = 'undo_retention'
 AND         f.name = 'db_block_size';

CONCLUSÃO

As dicas deste artigo são bastante valiosas para evitar erros ORA-01555 Snapshot Too Old, e também, para permitir recuperações lógicas de dados, através de Flashback, caso você tenha, por exemplo, apagado as linhas erradas de uma tabela. Recuperar dados com Flashback é muito mais rápido e muito mais fácil que do que restaurar backups.

Por hoje é só! Qualquer dúvida, é só deixar um comentário!

Fonte: www.fabioprado.net/2012/11/configurando-o-undo-tablespace.html

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone

Um comentário sobre “Configurando o UNDO Tablespace

  1. Pingback: Willian Rodrigues » Entendendo e recuperando dados com Flashback

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Willian Rodrigues

Receba as atualizações do blog no seu e-mail