Governança de Dados

Discutindo o problema:

Pense em uma empresa de telemarketing que possua um cadastro de clientes com 2000 registros.

A gerência da empresa monta uma estrutura operacional (Recursos Humanos e Recursos Materiais) para atender a demanda de clientes com base em seu cadastro, as metas e diretrizes também são traçadas com base nos dados disponíveis.

Disposição dos Registros:

  1. Registros sem telefone preenchido: 150
  2. Registros com telefone defasado: 250
  3. Registros com endereços vazios ou defasados: 100
  4. Registros com clientes falecidos: 80

Em uma análise simples podemos verificar que de um universo inicial de 2000 clientes em potencial, na verdade temos dados para alcançar apenas 71% destes, o que corrigiria todo um planejamento.

As aplicações modernas produzem dados cada vez mais relevantes para tomadas de decisão, entretanto, os dados não são auto gerenciados e em muitos casos estes dados são inconsistentes como podemos observar no exemplo acima.


Nos últimos tempos podemos observar avanços incríveis nas camadas de aplicação e nas politicas de segurança nos sistemas de TI. Entretanto a politica para gerenciamento dos dados, para que se tornem bem gerenciados e assim surjam como uma vantagem competitiva nem sempre são levadas a finco.

Governança de Dados é o exercício de autoridade e controle (planejamento, monitoramento, e execução) sobre o gerenciamento de ativos de dados. A função de governança de dados guia como todas as outras funções da gestão de dados são realizadas. Governança de dados é de alto nível, ou seja, é gestão estratégica de dados na esfera executiva. “

Fonte: DAMA-DMBOK®

Ou seja, segundo a DAMA a Governança de Dados são todas as politicas que devemos adotar na Gestão do Dado, ela define e acompanha o funcionamento de todas as funções da Gestão de Dados.

funcoesGestaoDados
Framework de Funções de Gestão de Dados DAMA-DMBOK®

Listamos abaixo alguns recursos que podemos utilizar para guiar a nossa politica de governança:

  • Identificação de perfil e descoberta de dados para encontrar problemas na qualidade de dados.
  • Monitoramento da qualidade e da linhagem de dados para administrar possíveis problemas de qualidade de dados por toda a empresa e garantir que as expectativas de qualidade de dados sejam atendidas.
  • Gerenciamento de dados mestres para estabelecer uma visão única e fidedigna de clientes, produtos ou qualquer outro domínio de dados.
  • Um glossário de negócios para definir padrões de termos de negócios e assegurar as comunicações claras sobre a integração dos dados.
  • O gerenciamento da vida útil das informações de aplicativos para gerenciar o crescimento dos dados, desativar com segurança os sistemas e aplicativos legados.

Abaixo, podemos ainda detalhar o conjunto das funções definidas pelo guia DAMA-DMBOK® para Gestão de Dados:

  • Gestão da Arquitetura de Dados – função responsável por definir as necessidades de dados e alinhar os mesmos com a estratégia de negócio da empresa.
  • Gestão do Desenvolvimento dos Dados – função responsável pelas atividades de modelagem e implementação das estruturas dos dados dentro do ciclo de vida do desenvolvimento dos sistemas de informação.
  • Gestão de Operações de Dados – função responsável por manter armazenados os dados ao longo do seu ciclo de vida.
  • Gestão da Segurança dos Dados – função responsável por definir e manter as políticas de segurança da informação da empresa.
  • Gestão de Dados Mestres e Dados de Referência – função responsável por definir e controlar atividades para garantir a consistência e disponibilização de visões únicas dos principais dados reutilizados na empresa.
  • Gestão de Data Warehousing e Business Intelligence: função responsável por definir e controlar processos para prover dados de suporte à decisão, geralmente disponibilizados em aplicações analíticas.
  • Gestão da Documentação e Conteúdo: função dedicada a planejar, implementar e controlar atividades para armazenar, proteger e acessar os dados não estruturados das empresas.
  • Gestão de Metadados: Os metadados representam o significado dos dados. Estes significados correspondem tanto ao conteúdo técnico do dado, obtido através das informações sobre estrutura, formato, tamanho e restrições como a informações sobre definições e conceitos.
  • Gestão da Qualidade dos Dados: função responsável por promover, medir, avaliar, melhorar e garantir a qualidade dos dados da empresa.
Fonte: DAMA-DMBOK®

Assim sendo, é importante termos em mente que a implantação da politica de governança de dados independe do tamanho da Organização, porém, ela deve ser amplamente aderente aos processos. Outro ponto de vista importante é que esta politica deve ser patrocinada pelos nossos executivos e gerentes.

Link DAMA-DMBOK®:

DMBOKsmaller

Fonte: Dados Mestre

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Share on LinkedIn0Print this pageEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog Willian Rodrigues

Receba as atualizações do blog no seu e-mail