NFTs – Não Fuja da Transformação

Por Alma DAO no NeoFeed

Antes de se tornarem parte da nossa sociedade e um novo status quo, todas as grandes transformações digitais foram ridicularizadas como besteira, coisa de uma juventude de valores invertidos ou um hype, uma mania louca que está fadada a se destruir.

É impossível não lembrar do surgimento da Web 1.0, quando numa entrevista na TV David Letterman faz piada com um jovem Bill Gates: “ninguém avisou que nós já temos o rádio?”

É natural que existam aqueles que querem lutar contra ou diminuir o tamanho e importância dessas transformações, as reduzindo aos seus primeiros produtos e resultados. Mas quando nos educamos sobre NFTs percebemos que sua transformação pode ser tão grande quanto seus predecessores, o smartphone e a internet.

Os NFT (Non Fungible Tokens) são contratos inteligentes no blockchain que verificam se você é dono ou não, a origem e o histórico de transações de um item, virtual ou físico. Suas aplicações são diversas e altamente relevantes, podendo substituir cartórios, documentos, contratos, certidões e certificados.

Isso acontece porque como os contratos inteligentes acontecem no blockchain (uma rede descentralizada de computadores que valida e armazena essa informação em blocos não alteráveis) você não corre o risco de uma fraude por suborno de um regulador desonesto, a perda de informação por acidente ou a simples falsificação de um documento que parecia legítimo.

Isso é relevante para muitos – senão todos – os mercados, mas está começando pela arte. Como a internet, os celulares e toda transformação digital em seu início, o uso de NFTs ainda é caro e pouco escalável para ser usado na indústria ou nos cartórios, ainda é necessário evoluir a tecnologia.

[ Ler o artigo completo no NeoFeed ]

Veja também: NFTs – Não Forcem Tanto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.