TechTudo

Dez dicas para liberar espaço no celular Android

Para vários usuários, ter espaço disponível no Android é um desafio. Mesmo modelos com armazenamento poderoso ficam lotados em pouco tempo e os motivos podem variar, seja pelo tamanho do próprio sistema, dos aplicativos ou pelo hábito de baixar muitos arquivos de mídias. No entanto, há alguns recursos capazes de liberar a memória interna do celular com sistema operacional do Google.

Para ajudar nesta tarefa, o TechTudo reúne abaixo dez dicas para manter seu smartphone Android sempre livre de registros inúteis e com espaço de sobra. As orientações podem ser adotadas em diferentes versões do sistema, e englobam tanto ferramentas nativas quanto aplicativos que ajudam na otimização. Vale lembrar que todos os tópicos indicam táticas de manutenção, ou seja, a execução deve ser feita periodicamente.

Como usar o Cleanup Tool para ‘limpar’ o Chrome e deixá-lo mais rápido

O Chrome Cleanup Tool é uma ferramenta nativa do navegador para detectar e remover softwares que podem causar problemas em configurações e instalar malwares perigosos no computador. Esses programas, em geral, são as extensões e complementos instalados no browser do Google. A ferramenta de limpeza do Chrome também pode resolver outros problemas do PC, como janelas pop-ups que abrem automaticamente, anúncios invasivos e páginas que são abertas aleatoriamente.

Novo golpe usa sites pornô e ransomware para roubar dados de usuários

Está circulando um novo golpe de sextorsão, com a infecção dos computadores das vítimas por meio de um Trojan que rouba informações e um ransomware que criptografa os dados. Nos esquemas que ficaram conhecidos como sextorsão, o criminoso envia um e-mail afirmando que hackeou a máquina e registrou vídeos do usuário enquanto ele acessava sites pornográficos.

A partir disso, ocorre uma chantagem: a vítima deve enviar dinheiro em Bitcoins ou o suposto conteúdo será compartilhado com sua lista de contatos. Porém, a campanha detectada pela empresa de cibersegurança ProofPoint mostra que, em vez de demandar pagamento pelo suposto conteúdo impróprio, o golpista pede à vítima que baixe um arquivo em formato ZIP. Sem saber, o usuário instala o Trojan no PC e perde os dados da máquina.

Golpe no WhatsApp usa marca Coca-Cola para roubar dados das vítimas

Novo golpe no WhatsApp envolve a marca mundial de bebidas Coca-Cola. Promoção falsa promete uma bolsa térmica e seis garrafas de refrigerante para os interessados que se cadastrarem em uma plataforma fictícia, a partir de um link malicioso divulgado no mensageiro. De acordo com informações da desenvolvedora de apps de segurança PSafe, até o momento foram detectados 15 mil casos.

Cupom de desconto de R$ 300 do Uber Plus é golpe, alerta PSafe

“Promoção Uber Plus” é um golpe disseminado nas redes sociais que usa o nome do aplicativo de viagens para atrair pessoas com supostos cupons de desconto de R$ 300. Porém, para ganhar o prêmio, elas precisam preencher um formulário, e é a partir dele que os criminosos roubam informações pessoais e bancárias dos usuários. O golpe foi detectado pelos especialistas do dfndr lab, da desenvolvedora de apps de segurança PSafe, que identificaram 85 mil tentativas de acesso e compartilhamentos de links maliciosos do esquema desde a última terça-feira (4) no Brasil.

Quais lojas evitar na Black Friday? Veja lista do Procon-SP

Durante a Black Friday é importante tomar cuidado com promoções tentadoras demais para não cair em golpes na Internet.

Em 2018, novamente, criminosos deverão aproveitar o grande fluxo de usuários na web para atrair vítimas a páginas falsas, vender produtos inexistentes e roubar dados de cartão de crédito.

No Brasil, o evento de compras ocorre principalmente no e-commerce, o que favorece a ação de golpistas. Por isso, instituições como o Procon-SP divulgam listas de lojas suspeitas para que o consumidor possa fugir de ciladas da ‘Black Fraude’ ao comprar online durante o período de ofertas no Brasil.

Black Friday 2018: oito dicas para se organizar e aproveitar a promoção

Consumidores mais precavidos devem se organizar desde já para as compras da Black Friday 2018.

O dia de descontos que ocorre no próximo 23 de novembro deve trazer uma enxurrada de ofertas de eletrônicos e outros artigos, especialmente no e-commerce.

Para lidar com tanta informação, é essencial saber onde procurar, como desviar de falsas promoções e garantir que a compra vai ser finalizada com segurança.

Veja oito dicas para se organizar desde já no computador e no celular em preparação para o dia de promoções que funciona como um limpa-estoque dos lojistas à espera das do Natal.

Black Friday 2018: conheça golpes comuns do dia de descontos e proteja-se

A Black Friday é uma evento anual que reúne descontos expressivos em produtos eletrônicos, móveis, livros e diversos produtos do varejo. Neste ano, o evento acontece no dia 23 de novembro, com a expectativa de movimentar R$ 2,87 bilhões no comércio do Brasil e tendo o e-commerce como principal forma de transação durante o evento. Diante do grande fluxo de ofertas da Black Friday, é comum surgirem promoções fraudulentas para enganar os usuários.

De acordo com a DNpontoCom, empresa especialista em segurança digital, entre os golpes mais comuns estão os descontos fora da realidade, além de e-mails e páginas de empresas falsas, criados para roubar dados dos compradores. Para não cair em fraudes na hora de aproveitar as ofertas da Black Friday, saiba mais sobre os principais golpes aplicados durante o evento, e veja como fazer compras com segurança.

Inimigos da Internet Wi-Fi: descubra quais objetos prejudicam a conexão

Para garantir uma boa conexão Wi-Fi, é fundamental seguir algumas dicas de instalação, como deixar o roteador no lugar certo e posicionar as antenas corretamente, de acordo com o ambiente. Além disso, usar os recursos do roteador para melhorar a conectividade também é interessante, já que pode melhorar a velocidade da Internet e a qualidade da rede.

Apesar disso, há situações em que, mesmo adotando todas as medidas acima, a conexão fica abaixo do esperado. Um dos principais motivos é a presença de diversos objetos que atrapalham na propagação do sinal. Confira a seguir os itens que podem prejudicar o Wi-Fi e as dicas para evitar problemas do tipo.

Como ativar o Marketplace e criar um grupo de compra e venda no Facebook

O Marketplace, plataforma de compra e venda do Facebook, pode ser ativado ou desativado dentro de grupos específicos, conforme a necessidade.

A função é útil para criar um ambiente de loja virtual em um grupo fechado, que pode ou não ser temático.

Veja como transformar um grupo do Facebook em um marketplace para comprar e vender produtos na rede social

Newsletter willianrdg.com.br
Assine a newsletter e receba as atualizações do blog no seu e-mail.